Projeto desenvolvido em escola pública trabalha interdisciplinaridade e aprendizagem significativa.


Estamos falando do Projeto De Conto em Conto que acontece na Escola Municipal D. João VI no Rio de Janeiro. O Projeto é coordenado pela professora Priscila Cruz e este ano encerrou sua segunda edição com exposições de trabalhos, jogos e teatro elaborado pelos alunos.




O principal objetivo do Projeto é despertar nos alunos o gosto pela leitura. Tudo começa com a leitura e interpretação coletiva de um livro da literatura brasileira e a partir de então várias atividades acontecem. Na primeira edição do projeto foi trabalhado o livro O Alienista, de Machado de Assis. E na segunda edição, Uma História de Amor, de Carlos Heitor Cony. "Muitos trabalhos aconteceram durante o processo. Trabalhamos com a ideia de que o conhecimento não acontece de forma isolada, e sim de forma relacionada. Um trabalho de pesquisa, estudo, interação e criatividade. Neste projeto o aprendizado não se limita a leitura de um livro, mas é a partir dela que tudo acontece. Assim, os alunos têm contato com conteúdos de várias áreas de conhecimento como Língua Portuguesa, Literatura brasileira, História, Geografia, Artes e Matemática entre outas", afirma a professora Priscila Cruz.

Em seu primeiro ano o projeto iniciou somente com uma turma de 5º ano e com o apoio da Sala de Leitura. Este ano envolveu as três turmas do 5º ano e recebeu apoio de vários professores da escola.

É a partir da leitura do livro que tudo começa. Este ano os alunos fizeram pesquisa sobre a biografia do autor e escreveram suas autobiografias, pesquisaram onde o autor nasceu e viveu e, a partir daí, mergulharam na Geografia da cidade do Rio de Janeiro, regiões brasileiras, localização do Brasil no mundo e suas fronteiras, entre outros conhecimentos. Durante os estudos da biografia do autor, viram que ele teve problemas com a liberdade de imprensa, pois o Brasil seguia em um regime militar, então mergulharam no conhecimento sobre o sistema político brasileiro, como era no passado e como é hoje, os três poderes e a função de cada um. Aprenderam a diferença entre ditadura e democracia e a importância do exercício da cidadania e do voto consciente, finalizando este tema de estudo com a eleição de representantes de turma. Fizeram também histórias em quadrinhos, maquetes sobre o cenário do livro, pinturas, jogos, mapas geográficos, depoimentos escritos, textos argumentativos, textos teatrais, apresentação teatral, confecção coletiva de um livro gigante, resumos entre outros trabalhos.

Leitura, interpretação, oralidade, sociabilidade, criticidade, autonomia, pesquisa e muito aprendizado. Esses são alguns sinônimos deste projeto que caminha em direção à aprendizagem significativa e à interdisciplinaridade. Conhecimentos relacionados entre si e interação dos alunos com os conteúdos programáticos e com o mundo. Ao final do processo, todos saem ganhando. Foi despertado muito mais que o gosto pela leitura, foi despertado um envolvimento com os estudos, com a pesquisa e com a criatividade. Vida longa ao De Conto em Conto!

145 views1 comment

Recent Posts

See All